5 vantagens de softwares para controle de jornadas



É cada vez mais comum empresas não terem o registro exato de horas trabalhadas de seus motoristas, suas horas de descanso, – eles estão descansando 11 horas conforme exige a lei? – terem alto índice de horas extras e ainda serem alvo de processos trabalhistas.

O controle de jornadas pode ser uma ferramenta estratégica na gestão destes colaboradores de forma a evitar tais problemas mantendo a empresa alinhada à Lei do Motorista, criada em 2015 (Lei n° 13.103/2015) evitando, assim, processos judiciais, além de permitir uma visão ampla de toda a operação da frota.

Confira aqui 5 vantagens de softwares para controle de jornadas.

Como funcionam os softwares para controle de jornadas

Uma das tecnologias mais utilizadas para controle de jornada digital baseia-se no uso de um rastreador no veículo o qual recebe as coordenadas vindas de um GPS embarcado. É possível, portanto, o acompanhamento do veículo por todo o trajeto e transmitir a posição correta para o sistema e para os gestores realizarem suas análises.

As análises partem de informações em relação ao veículo: se este está cumprindo a rota programada, se está parado ou em movimento, velocidade, etc.

Outro tipo de ferramenta que vem sendo adotada recentemente são os aplicativos de controle de jornada de motoristas que são instalados nos smartphones do funcionário. O seu funcionamento é bem parecido com o dos rastreadores, porém com o acréscimo de algumas funções direcionadas ao controle do usuário.

Considerando que até pouco tempo atrás o controle de jornadas era realizado usando fichas e tabelas preenchidas à mão, estes dados podiam não retratar a realidade além de não oferecer informações precisas o suficiente sobre o trajeto feito pelo motorista ou sobre sua maneira de condução.

O uso de softwares além de conferir maior credibilidade à análise, facilita a integração de informações e a interpretação destes dados de forma a não somente atender a obrigatoriedade do controle destas horas, evitando multas, suspensão de licenças e outras punições; mas também possibilita uma visão ampla de toda a operação.

Como funciona o Controle de Jornadas na Plataforma da DDMX

Na Plataforma da DDMX de monitoramento e telemetria de ativos, o Fleet Monitor, há o Controle de Jornadas de condutores, com dados referentes a seus tempos de paradas e distâncias percorridas. Pelo aplicativo, o motorista pode informar ao gestor qual parte do seu processo diário está executando no momento, bem como ter todos os registros das atividades realizadas durante o dia.

O Serviço de Controle de Jornada são relatórios que detalham a jornada de cada motorista de acordo com o prazo desejado pelo gestor para realizar o acompanhamento.

Todas as informações oriundas do sistema vinculadas aos motoristas são compiladas e demonstradas ao gestor na forma de relatórios em arquivos no formato Excel e/ou PDF.

Para o uso da ferramenta, a frota deve possuir o identificador de motorista, sendo este através de chaveiros, Ibuttons, cartão RFID de identificação bem como o uso do TD60 ou o aplicativo DDMX Controle de Jornadas.

Tela do Controle de Jornadas dentro da Plataforma Fleet Monitor da DDMX

Na tabela de acompanhamento (e relatório) as informações gerenciais do Controle de Jornada são:

  • Motoristas: Identificação do motorista que utilizou o veículo;
  • Tempo de Jornada: Tempo entre o início e o final do trabalho diário;
  • Tempo em Direção: Tempo em que o veículo foi utilizado;
  • Almoço: Tempo utilizado pelo motorista no seu horário de almoço;
  • Tempo de Carga/Descarga: Tempo utilizado para realizar a carga/descarga do veículo.

5 vantagens de softwares para controle de jornadas

Redução de horas extras – Ao acompanhar as jornadas dos motoristas em tempo real, há uma tendência de que eles se atenham mais às suas cargas horárias e haja, assim, redução de horas extras.

Redução dos processos trabalhistas – Ao se ter controle das jornadas, respeita-se a Lei do Motorista (Lei n° 13.103/2015) evitando, assim, processos trabalhistas.

Maior rapidez nas entregas – Um dos efeitos do monitoramento é que a consciência de que percursos estão sendo controlados, gera menos desvios de rota e paradas não permitidas.

Maior controle nas entregas – Como o motorista pode sinalizar, através do aplicativo, qual estágio da entrega/coleta está realizando, o controle fica muito mais preciso dando a possibilidade para o gestor atuar nos tempos que realmente podem trazer ganho à sua operação.

Motivação de colaboradores – A situação anterior à nova legislação incentivava uma busca desenfreada por produtividade, fazendo com que os motoristas dirigissem por um longo período por dia, sem pausas, trazendo consequências relacionadas às condições de saúde, trabalho e estilo de vida.

Compartilhe: