Auditor de Operações Emergenciais da DDMX é tema de painel no CENOCON



Nos dias 16 e 17 de abril, a DDMX esteve presente como patrocinadora e expositora no CENOCON/2019 – 8º Fórum sobre Centros de Operação e Controle das Empresas de Energia Elétrica.

Esta edição, que teve recorde de público e de trabalhos apresentados contou com 56 palestrantes, 250 congressistas, 7 patrocinadoras e apoio de 20 entidades do setor e teve como tema geral “Pensando, Projetando e Implementando Centros de Operação e Controle 4.0”.

O evento teve objetivo de fornecer subsídios aos profissionais que atuam na área de energia elétrica para avaliarem o novo cenário e as experiências em desenvolvimento sobre transformação dos Centros de Operação e Controle em Centros de Inteligência e Gestão de Serviços.

Neste cenário, há uma crescente demanda para revisão de processos e capacitação de profissionais com perfil adequado para atuarem no futuro dos Centros de Operação e Controle. Nota-se, ainda, uma expansão acelerada de implantação de centros de operação e controle nos mais diversos segmentos, das empresas de infraestrutura, passando por empresas de serviços, chegando às cidades. Uma tendência apresentada nos trabalhos técnicos é a demanda, nestes cenários, por dados em tempo real que, quando processados, se transformam em insights que auxiliam em tomada de decisões mais assertivas.

No painel apresentado pela Enel Distribuição Rio intitulado “Geonline – Sistema de supervisão e controle da operação de AT, MT e BT para tomada de decisão em tempo real”, o Auditor de Operações Emergenciais da DDMX foi apresentado, que confere, em tempo real, a aferição de indicadores que auxiliam na melhoria dos indicadores de qualidade apontados pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), alertas para operadores e gestores, interfaces interativas e dashboards analíticos para auxílio à tomada de decisão.

Especialista em oferecer uma integração de dados facilitada, a DDMX confere redução de custos operacionais, melhoria dos indicadores de qualidade e redução de penalidades regulamentadas.

Compartilhe: